Por pbagora.com.br

Candidata derrotada nas ultimas eleições na Rainha da Borborema, a médica Tatiana Medeiros (PMDB), quebrou o silencio e pôs em xeque a viabilidade jurídica da candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB). Segundo a discípula do ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital (PMDB), Cássio sofrerá inúmeros problemas na Justiça para viabilizar a sua candidatura.

“Há duvidas sobre a possibilidade do candidato do PSDB, se ele poderá registrar a candidatura até por ser ficha-suja, é sabido por todos os cidadãos que uma pessoa ficha-suja não pode registrar candidatura, mas há uma insistência que isso ocorrerá e estamos aguardando!”, disparou a médica.

Tatiana cobrou pressa na definição dos nomes da chapa majoritária encabeçada pelo ‘Cabeludo’.

""“Esta campanha está muito atípica, isso já deveria ter se definido. Esta chapa majoritária e o período eleitoral está muito atípico por causa da Copa do Mundo e o brasileiro adora futebol. O PT e o PMDB é uma aliança consolidada e outros partidos estão chegando para a aliança do nosso partido que é muito forte. Esperamos que essa definição aconteça para que a nossa aliança tenha o melhor potencial de crescimento!”, frisou.

Para Tatiana, Veneziano vai crescer nas pesquisas pois é um homem sério, integro, e que governou Campina Grande por oito anos, puxando a ‘sardinha’ para a sua terra, a pré-candidata a ALPB sentenciou:

“Campina Grande será a fiel da balança nas eleições 2014! Isso é reconhecido e dito pelos paraibanos que gostam de política e isso não é novidade e não é uma colocação arrogante e Campina, mesmo sem ser o maior colégio eleitoral, é a fiel da balança e nós estamos aguardando”, contou.

A aliada do ‘V’ atacou os dois grupos concorrentes:

“O rompimento entre o PSDB e o PSB só favorece o PMDB, disse isso desde o inicio e toda essa briga e esse desgaste de dois políticos paraibanos que estiveram juntos e subiram no mesmo palanque e pediram ao povo da Paraíba para acreditar naquele projeto chega às vésperas do período eleitoral e rompem por motivos pessoais, não da coletividade e dos paraibanos!”, alfinetou.

Tatiana, que foi derrotada para Romero Rodrigues (PSDB) na disputa em Campina, soltou uma indireta para Cássio Cunha Lima:

“A Paraíba irá reconhecer quem realmente faz oposição coerente e quem faz realmente oposição na Paraíba, se há uma insatisfação o candidato do PSDB é responsável direto, pois ele assinou e validou a candidatura de um governo que a Paraíba reclama”, desabafou.

E você amigo internauta, concorda com os argumentos de Tatiana Medeiros? Opine no espaço destinado aos comentários.



PB Agora

Notícias relacionadas

Sem unidade, esquerda pode ficar fora do 2º turno em 2022

O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores na Paraíba, Jackson Macedo, disse em entrevista a imprensa que os partidos do chamado campo democrático podem ficar de fora de um possível…

Mesmo sob novo comando, CMCG é criticada por ‘dormir nas suas atribuições’

A mudança de comando na presidência da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) em nada alterou o andamento do trabalho legislativo. Pelo menos é essa a percepção do vereador Olímpio Oliveira…