Por pbagora.com.br

O Partido Socialista Brasileiro – PSB ganhou reforços significativos no sertão paraibano com a filiação de novos integrantes, oriundos de diversos municípios. E a culminância da comemoração pelo ingresso destes novos nomes aos quadros do partido, teve seu ponto alto na noite desta sexta-feira (18), na cidade de São José de Piranhas. Lá, em meio a discursos contra a tentativa de golpe ao governo Dilma, de defesa do projeto político do governador Ricardo Coutinho e dos avanços que São José de Piranhas e outras cidades da região poderão ter com a força desses novos aliados, o deputado estadual licenciado, Jeová Campos, reapareceu em público e participou de um ato político pela primeira vez, após se submeter a uma cirurgia no abdômen, realizada no dia 17 de agosto.

E foi o próprio Jeová quem fez um dos discursos mais eloquentes da noite. O parlamentar lamentou a tentativa de golpe contra o governo da presidenta Dilma Rousseff. “Há neste país um movimento das elites para tentar derrotar o povo e o povo não pode ser derrotado porque foi ele que escolheu seu próprio caminho”, disse Jeová, Numa rápida reflexão do atual momento vivido pelos sertanejos nordestinos, Jeová lembrou que “apesar das adversidades e da falta de água não falta comida na mesa dos pobres, os estudantes são transportados em ônibus novos, os municípios tem tratores e máquinas que aposentaram boa pare das enxadas e nos últimos 12 anos, 35 milhões de brasileiros mudaram sua realidade para muito melhor”, destacou ele.

Segundo Jeová, é preciso questionar porque um governo que avançou tanto, que também trouxe o Mais Médicos entre tantas outras conquistas, não tem mais o respaldo que tinha, até bem pouco tempo dos meios de comunicação e de repente se torna ‘bandido’. “A elite podre deste país quer dar um golpe contra a democracia brasileira e esse golpe não pode ser aceito pela população”, disse Jeová, lembrando que a transposição do Rio São Francisco também se tornará realidade em breve, graças ao governo federal.

Em relação a política de São José de Piranhas, Jeová lembrou e sugeriu o nome do líder político, Chico Mendes. “Chico Mendes, esse momento é seu. Você tem tudo para fazer um excelente governo no município, um governo democrático, participativo e empreendedor. Você tem o dever de governar a nossa terra”, destacou Jeová. Chico Mendes foi uma das lideranças locais que ingressaram no PSB, a exemplo de Marcos Campos, irmão do deputado, dos vereadores Bal, Washigton e Milano, de São José de Piranhas, Arlan Francisco, da cidade de Cachoeira dos Índios, Eliana Nunes, de Serra Grande, Expedito Leite e Dr. Benício, de Joca Claudino, e Lauro Maia, do município de Catolé do Rocha, entre outras lideranças da região.

“Essas lideranças chegam para fortalecer um projeto político que recolocou a Paraíba no caminho do desenvolvimento e progresso. É inegável reconhecer que a Paraíba anda a passos largos, que o governador Ricardo Coutinho faz uma excelente administração, com muitas obras e avanços, e que é preciso continuar trilhando esse caminho cuidando do presente, mas com olhos voltados para o futuro e é isso que esses novos nomes defendem, ou seja, uma Paraíba cada vez mais próspera”, pontuou Jeová.

Segundo o deputado licenciado, a recuperação da cirurgia tem sido muito boa, mas ele ainda precisa de repouso e de uma alimentação diferenciada, o que requer seu afastamento das atividades políticas regulares por mais tempo. “Já perdi mais de 10 quilos, minhas taxas voltaram ao normal, mas ainda estou me readaptando a uma nova realidade de comer em intervalos menores, em menores quantidades, com muitas restrições de alimentos ainda, tendo que ter repouso regular, de forma que ainda não tenho condições físicas e de saúde de retomar minhas atividades normais. Abri uma exceção neste final de semana, pela importância dos eventos”, finaliza Jeová.

 

 

Ascom

Notícias relacionadas

Veja ponto a ponto do depoimento de Luiz Henrique Mandetta à CPI da Covid

Em mais de sete horas de depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta detalhou procedimentos que adotou contra a pandemia e…

Senador aliado de Bolsonaro quer convocar Geraldo Medeiros e secretários do NE para CPI

Após a instalação da CPI da Pandemia, o senador cearense Eduardo Girão (Pode), que é aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e defende a ampliação do objeto da CPI…