A crise interna do PSB paraibano vem dividindo os filiados por todo o estado. Muitos já se posicionaram favoráveis ao governador João Azevêdo (PSB) e outros ao ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

Um dos que ainda não haviam emitido o seu posicionamento, o deputado Jeová Campos (PSB) decidiu falar sobre o tema nesta terça-feira (17), mas driblou as preferências e declarou que fica com os dois.

O parlamentar justificou dizendo que ele e os líderes de base não concordam com o desentendimento nem tampouco com distanciamento entre João e RC.

“Fico com os dois porque na Paraíba é o seguinte quem elegeu João foram os socialistas que bancaram esse projeto sob a coordenação de Ricardo Coutinho. Agora toda crise é um ambiente de superação cabe as pessoas que estão diante desse dilema encontrar uma saída. Agora faça uma pesquisa na liderança de base que você não encontra 5% querendo o distanciamento de João e Ricardo” declarou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: no desespero, poucos ficam e a delação é moeda de troca para o “canibalismo” no reino “Girassol”

O grande Coliseu foi finalmente edificado. Na platéia do espetáculo, nobres e plebeus sedentos para ver batalhas presentes e vindouras. Respeitando as classes sociais, povo de um lado, “semideuses” do…

Análise – Apesar da Calvário, a corrupção eleitoral vai estar muito presente em 2020

Não se iludam: as eleições municipais deste ano e as seguintes serão eivadas dos mesmos vícios de corrupção verificados nos pleitos anteriores. Naturalmente, o volume de dinheiro ilícito que deve…