Por pbagora.com.br

 O deputado estadual Raoni Mendes (DEM) comentou, neste sábado (24), a declaração do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) acerca da possibilidade de Manoel Junior (PMDB) não assumir a vice-prefeitura da Capital. Para o democrata, Manoel não vai assumir porque Cartaxo não cumpre acordos. Além disso, o deputado também afirmou que possível renúncia do peemedebista pode ser caracterizada como estelionato eleitoral.

“Manoel Junior não conseguindo o objetivo que queria, que era disputar a Prefeitura, colocou seu nome a vice, mas viu que Cartaxo não sairá candidato ao Governo, podendo ele ascender, aí ele decide ficar na Câmara Federal. Mais um estelionato eleitoral. Quem foi motivado a votar em Manoel Junior, foi levado a votar em Cartaxo”, declarou.

Raoni ainda ressaltou que Manoel Júnior temeu ser desprezado pelo seu colega de chapa, algo que já há precedentes na história política de Cartaxo.

“Esse é o resultado. Com certeza quem recebeu o primeiro tratamento, que é Nonato Bandeira, pode dizer como é que seria o tratamento de Manoel Junior”, declarou.

A informação é do Paraibajá



Redação

 

Notícias relacionadas

“O principal fiscal é a consciência”, diz Bruno, sobre restrições em CG

O prefeito Bruno Cunha Lima confirmou na manhã desta sexta-feira, 14, durante entrevista à Rádio CBN, que assina hoje um novo decreto com medidas ainda mais restritivas para a prevenção…

Opinião: Cícero embarca só na reeleição de João ou leva os Ribeiros e o partido?

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), já teria manifestado incondicional apoio à reeleição do governador João Azevedo (Cidadania). Pelo menos foi o que revelou, com absoluta exclusividade, o…