A Paraíba o tempo todo  |

Executiva do PT não abre mão da vice

O secretário de articulação governamental, Anselmo Castilho acusou o deputado federal Luis Couto (PT) de se excluir da majoritária e da política partidária do PT, contrariando, inclusive o presidente do Brasil, Luis Inácio Lula que orientou a fazer o maior número possível de senadores nas eleições 2010. “A intenção de RC é tumultuar e mostrar que há uma divisão entre os partidos, assim como ele fez com o PTB e agora está tentando fazer com o PT. Infelizmente temos alguns companheiros que estão se prestando a este papel horrível”, disse.

Segundo Anselmo Castilho, essa é uma estratégia do pré-candidato ao governo, Ricardo Coutinho (PSB). Para Anselmo não está ocorrendo nenhuma divisão dentro do Partido dos Trabalhadores. “Se colocar do lado desses políticos é indiretamente defender os algozes do PT que é o DEM e particularmente seu presidente Efraim Morais. Isso é inadmissível para algumas figuras públicas de exponencial no Estado. Definitivamente é lamentável que alguns companheiros se prestem a um papel desses”, frisou.

Anselmo Castilho disse ainda que Luis Couto tinha chances reais de vitória, mas infelizmente não se agregou a política do PT. “Não fomos nós da majoritária que excluímos Couto, foi ele mesmo quem se excluiu dessa política. Não temos condição de fazer o link necessário de alguém na Câmara que não tá com a majoritária aqui na Paraíba”, finalizou.
 

Simone Duarte

PB Agora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe