Por pbagora.com.br

Presidente estadual do PDT na Paraíba, o deputado federal Damião Feliciano negou, durante entrevista exclusiva ao portal PB Agora na tarde desta quinta-feira (29), a existência de acordo para o prefeito Luciano Cartaxo e seu grupo político deixarem o PV para se filiarem ao PDT, após as eleições municipais de 2020, em uma suposta estratégia para as eleições estaduais de 2022.

Feliciano ressaltou que a aliança entre PV e PDT em João Pessoa é direcionada apenas às eleições de 2020 e que só após o resultado do pleito é que os grupos e os partidos irão conversar sobre o pleito de 2020, no momento oportuno. O parlamentar ainda fez questão de destacar o êxito da gestão Cartaxo, em João Pessoa, e ressaltou que a escolha pelo nome de Edilma se deu, sobretudo, pela referência de seu partido com a educação

“Não existe nenhum acordo, o acordo aqui é para as eleições municipais entre o PDT, o PV e o PROS. A administração do prefeito Luciano Cartaxo é uma das mais bem avaliadas do Nordeste e do Brasil, João Pessoa está no caminho certo. O PDT tem uma referência na educação, nós temos a educadora professora Edilma que fez um trabalho de revolução na educação de João Pessoa e essa identificação existe com o partido e a gente achou que o melhor caminho seria esse, por isso indicamos a vice na chapa”, ressaltou.

OUÇA

2022

Sobre o próximo pleito estadual, Damião disse que ainda não há nenhuma tratativa em andamento, no momento, na máxima de que cada dia com sua agonia, sem antecipações.

“Depois do resultado das eleições é que nós vamos sentar para discutir as coisas que vão pra frente. Não posso discutir para frente o que estou vivendo hoje. Estou aqui com uma eleição e meus olhos e os olhos do PDT em João Pessoa estão virados eleger Edilma prefeita e Mariana vice”, ressaltou.

A reportagem do PB Agora insistiu sobre uma suposta tese de ‘acordo’ entre os dois partidos PDT e PV que levaria o grupo Cartaxo para disputar a majoritária em 2022 pela legenda, cuja visibilidade é maior, mas, mais uma vez, Damião negou. “Não tem nenhum acordo, não discutimos nem conversamos nada. Nós do PDT da Paraíba não discutimos nada, e depois dessa eleição é que a gente vai sentar para conversar sobre todas as possibilidades”, concluiu.

Márcia Dias
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Novo prefeito receberá cidade pronta para o futuro, diz Cartaxo

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), voltou a garantir na manhã deste domingo (29) que o novo gestor, a ser eleito hoje, vai receber uma cidade pronta para…

Presidente do TRE/PB faz avalição do 2º turno das eleições em JP e confirma diplomação de eleitos para 18 de dezembro

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, desembargador Joás de Brito Filho, fez uma avalição positiva do segundo turno das eleiçoes de João Pessoa. Segundo ele, o pleito ocorreu…