O ex-prefeito do município de Cajazeiras, Carlos Antonio (DEM), partiu para o ataque aos ex-aliados deputada Paula Francinete (PP) e o prefeito de Cajazeiras, José Aldemir (PP) após a dupla sinalizar uma aproximação ao grupo do governador João Azevêdo (PSB). Segundo o ex-gestor, os dois agem como oportunistas.

“Zé Aldemir é um oportunista que a Paraíba toda conhece. É um cidadão de personalidade duvidosa, que é acostumado a fazer adesão de forma continuada somente pelo poder”, declarou o democrata.

Carlos Antonio disse que o gestor municipal não tem compromisso com o seu grupo político.

“Rechaço essa vinda porque não admito que um oportunista, um cidadão que desviou recursos do VIAP, pagando motorista fantasma e pagando aluguel de escritório que não existia. Então não posso conviver com um cidadão que não respeita seus amigos”, acusou ele.

Não satisfeito, o ex-prefeito ainda disse: “Traidor de cara maior, conhecido. Traiu o ex-deputado Vituriano de Abreu, que tinha compromisso de lançá-lo para deputado estadual, e eu não aceito estar no palanque que Zé Aldemir esteja”.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: Tião Gomes acusa falta de lisura à OS que administrará o Trauma e João deve escutá-lo para evitar uma nova ‘Calvário’

O governador João Azevêdo (sem partido) deve iniciar a semana com um provável problema no que diz respeito à lisura da Irmandade de Santa Casa de Misericórdia de Birigui, do…

De olho na PMCG: deputado fará pesquisa e secretária quer estender alianças

As estratégias dos candidatos da oposição a Prefeitura Municipal de Campina Grande em 2020 na sucessão do prefeito Romero Rodrigues (PSD), estão lançadas. O prefeitável Inácio Falcão (PCdB) decidiu contratar,…