Por pbagora.com.br

O ex-prefeito do município de Bom Jesus Evandro Gonçalves de Brito foi condenado por improbidade administrativa.

Ele é acusado de irregularidades nas seguintes obras de construção: Posto de Saúde no Povoado de São José; nos Açudes no Sítio escurinho dos Lucianos; no Sítio do Trapiá, no Sítio São Félix e no Sítio Escurinho dos Abel; Passagem Molhada no Sítio de São Félix.

Dentre as penalidades contidas na sentença estão a perda da função pública; ressarcimento do dano no valor de R$ 242.889,71; suspensão dos direitos políticos por oito anos; multa civil no valor de 30 vezes o valor da remuneração mensal percebida à época dos fatos, enquanto prefeito de Bom Jesus.

Ele também está proibido de contratar com o Poder Público e receber benefícios ou incentivos fiscais e creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica, pelo período de cinco anos.

Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

ANÁLISE – Começa o jogo sujo: (ouça) áudios atribuídos à bandidagem sugerem uma armação contra Nilvan Ferreira

Começa o jogo sujo da campanha. Pelo menos ao que tudo indica… A coisa tem contornos de armação contra a pré-candidatura do comunicador Nilvan Ferreira (MDB): A coluna recebeu, nesta…

ALPB aprova reforma da previdência; veja como votou cada deputado

Em sessão remota, realizada nesta quarta-feira (12), a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), aprovou por maioria de votos a Reforma da Previdência Estadual. O placar foi de 24 votos a…