Após decisão unânime do Supremo Tribunal Federal (STF), os ex-governadores da Paraíba não terão mais direito a aposentadoria.

É que o STF julgou procedente a ação direta e declarou a inconstitucionalidade do §3º do artigo 54 da Constituição do Estado da Paraíba.

De acordo com o artigo, “cessada a investidura no cargo de Governador do Estado, quem o tiver exercido em caráter permanente fará jus a um subsídio mensal vitalício, a título de pensão especial, paga com recursos do Tesouro Estadual, igual ao do Chefe do Poder Executivo”.

Com a decisão, perdem o benefício todos os ex-governadores incluindo Roberto Paulino, Cícero Lucena, José Maranhão, Cássio Cunha Lima e Wilson Braga além do governador Ricardo Coutinho quando deixar o mandato em dezembro.

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: João endurece o pescoço e chama oposição de meia dúzia de malandros

Ao participar de eventos inerentes à sua administração, no Brejo da Paraíba, nesta sexta-feira (13/12) o governador João Azevedo deu o tom em que pretende “dialogar” com as oposições, quando…

“Ou acompanha o governador ou pede para sair” diz secretário sobre cargos no governo

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, declarou durante entrevista a uma emissora de rádio paraibana que ainda não definiu para qual partido ao qual deverá se filiar após…