A deputada socialista Estela Bezerra disse que vai continuar defendendo o seu ponto de vista em relação à saída do secretário Edvaldo Rosas da presidência estadual do PSB na Paraíba. Para ela, nada mais justo de que quem assuma o cargo seja o ex-governador Ricardo Coutinho, que já está cuidando do processo eleitoral de 2020.

“Eu defendo que Ricardo Coutinho seja o presidente do partido e que ele conduza a eleição de 2020. E para conduzir a eleição de 2020, ele precisa estar numa posição estratégica. Eu não vejo inclusive como alguém pode ser contra Ricardo Coutinho ser presidente do partido. Na verdade eu acho que existe uma grande celeuma nesse processo”, disse a parlamentar socialista.

Estela ratificou que vai continuar fazendo essa defesa com os melhores argumentos e que não será preciso qualquer querela nesta troca, até porque há um consenso grande em torno do nome de Ricardo Coutinho.

Questionada sobre a posição dita ontem (19), pelo governador de que caberá ao PSB decidir se fica ou sai do PSB. “Ele tem o direito de falar o que pensa, mas eu acho que é preciso ter muita serenidade nesse momento, pois na politica você só se separa quando pensa de forma diferente. Este deveria ser um governo de continuidade”, afirmou Estela, lembrando um proverbio bíblico: “Me diga com quem andas que direi quem és”.

 

 

Redação

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Assessores de petistas ganham R$ 120 milhões na Mega Sena

Uma aposta coletiva de assessores técnicos legislativos do PT na Câmara dos Deputados ganhou nesta quarta-feira (18) o prêmio de R$ 120 milhões da Mega-Sena. O dinheiro será dividido entre…

Análise: Daniella é acusada de nepotismo e DNA da família não contribui para inocência

O que é heráldica? Bem, muito longe da explicação assertiva da cinquentona enciclopédia Barsa, tal indagação é sinônimo ou quase do saber. E isso não é “interessante” – a pesquisa…