Estela Bezerra (foto: divulgação)

A deputada estadual Estela Bezerra (PSB) comentou na manhã desta sexta-feira (08) a derrubada, pelo STF da prisão em 2ª instância.

De acordo com a parlamentar socialista a medida, que irá beneficiar o ex-presidente Lula, fez prevalecer o que preconiza a Constituição Federal.

“Apesar de muito apertada fez prevalecer o que está na nossa Constituição. O direito no Brasil ele é positivo e isso significa que o cidadão é considerado inocente até que se prove o contrário e que ele tem direito a defesa até a última instância. O que ocorreu no Brasil anteriormente foi justamente desrespeitar o que está na nossa Constituição. Por mais que a gente tenha que enfrentar o contraditório, a Constituição brasileira é uma das mais aplaudidas pela sua capacidade de ter um marco legal que é justo e coerente” declarou.

Questionada sobre a importância da decisão para o ex-presidente Lula, a parlamentar declarou que ao seu ver, ele não precisava da decisão e sim de ter sua inocência comprovada, já que para ela todo o processo que culminou em sua prisão foi “viciado”.

“Eu acho que Lula será beneficiado, porém Lula precisa ser inocentado. Lula não precisa dessa decisão do STF, quem precisa dessa decisão é o Brasil. O Brasil precisa ter confiança e segurança na Constituição. O que precisa fazer com relação a Lula é desfazer todo o processo que está claramente viciado. O juiz Moro viciou o processo junto com o Dallagnol e tá claro que o processo foi dirigido e manipulado” avaliou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em nota, Assembleia lamenta morte do ex-deputado Marcus Odilon

Em nota emitida na manhã desta segunda-feira (24), o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, lamentou a morte do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Santa Rita, Marcus Odilon.…

Deputado pré-candidato à PMCG chama vereador da situação de “vereadorzinho”

Em clima de pré disputa eleitoral em Campina Grande, o vereador Márcio Melo (PSDC), e o deputado estadual e pré candidato a PMCG Inácio Falcão (PC d B), trocaram farpas…