Alvo de uma ação cautelar que já foi indeferida, e agora de uma ação popular que tramita na justiça, a verba destinada à divulgação das ações do Governo do Estado no Governo Ricardo Coutinho (PSB), segue isenta de suspeitas, segundo declarações da secretária de comunicação, Estela Bezerra (PSB).

Conforme dados apresentados pela gestora da pasta, em entrevista ao PB Agora, a comunicação estadual utiliza apenas 0,44% da receita corrente líquida destinada à divulgação das ações institucionais, quando na verdade poderia ser utilizado até 1%, mas a gestão nunca chegou a esse patamar.

“A comunicação no governo da Paraíba, não só no governo Ricardo Coutinho, mas também nas gestões anteriores, nunca teve recursos que chamassem a atenção, esse recurso nunca passou a 1%. Nos estados vizinhos, por exemplo, essa receita tem 1,5% de orçamento e recursos para investir em publicidade, nós nunca chegamos a isso, Ricardo efetua apenas 0,44% da corrente de receita liquida”, explicou.

Para Estela, insinuar que a verba da comunicação estaria sendo utilizada de forma irregular é mero denuncismo.

“Não existe denúncia, o que existe é um denuncismo, um cidadão montou uma ação cautelar , que foi indeferida e agora ele voltou a montar uma ação popular e a gente vai responder para torná-la também sem efeito”, avisou.

Segundo Bezerra, Ricardo Coutinho conseguiu investir 14,5% da receita do Estado na área da saúde, 27% na educação, tem ainda R$ 6 bilhões e 300 milhões em recursos públicos destinados a obras em todo estado e ainda conseguiu atrair quase R$ 3 bilhões na iniciativa privada.

“Veja quantas ações o Governo tem, então você não poder fazer a divulgação disso, utilizando 0,44% da receita liquida, seria incompreensível e o tribunal de contas compreende muito bem isso e faz uma leitura adequada dessa situação”, analisou.

Estela ainda assevera que o que existe é uma tentativa de fazer com que a verba da publicidade do Governo seja maior do que ela realmente é para colocar o Governo sob uma suspeita infundada.

 

Márcia Dias


PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Hervázio: “Aliados estão ‘inquietos’ e querem um desfecho da crise do PSB”

Ainda sobre a crise deflagrada dentro do Partido Socialista Brasileiro na Paraíba que colocou em lados opostos o governador João Azevedo e o ex governador Ricardo Coutinho, o deputado estadual…

Cientista político paraibano elenca motivos da baixa quantidade de mulheres eleitas na política

As regras da Justiça Eleitoral que buscam resguardar cotas mínimas de candidaturas femininas e de recursos financeiros a elas ainda não são garantia de que mais mulheres serão, efetivamente, eleitas…