Sem poder contar com a assistência do advogado Marcelo Weick, hoje procurador-geral do Município de João Pessoa, o senador José Maranhão (PDMB) recorreu aos serviços do escritório do tributarista Mattos Filho para representá-lo no processo de cassação do governador Cássio Cunha Lima no TSE.


O curioso é que o escritório de Mattos Filho, especialista em causas tributárias, nunca atuou em processos eleitorais. Pelo menos é o que revela a própria página de apresentação do escritório Matos Filho na Internet. No item Áreas de Atuação, destaque para ações empresariais, administrativa e tributaristas.
Mattos Filho, além de tributarista, goza de grande prestígio em Brasília. Entre os amigos pessoais do advogado, está o ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Eros Grau, relator do processo de cassação do governador Cássio Cunha Lima (PSDB) no TSE.


A relação de Mattos Filho com Eros Grau foi explicitada em nota divulgada pelo jornalista Cláudio Humberto, de Brasília, sob o título “Grandes Amigos”, publicada no dia 3 de dezembro passado. Na nota, Cláudio Humberto mencionava demorada visita de Maranhão ao escritório do advogado.
Veja a nota:

“Grandes amigos
03/12/2008 00:00
O senador José Maranhão (PMDB-PB) passou a tarde de ontem no escritório do tributarista Mattos Filho, em São Paulo. Por coincidência, o advogado é grande amigo do ministro Eros Grau, relator do processo que cassou o governador tucano da Paraíba, Cássio Cunha Lima.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

‘PT não tem que fazer autocrítica’, diz Lula em evento do partido

Em seu primeiro ato partidário desde que foi solto da carceragem da Polícia Federal na última sexta-feira (7), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que o PT…

Deputado prevê debandada de políticos na PB para partido de Bolsonaro

Aliado do presidente da República Jair Bolsonaro, o deputado estadual Moacir Rodrigues, atualmente filiado ao PSL, mas que já sinalizou que sairá do partido, afirmou que diversas lideranças paraibanas devem…