Sem poder contar com a assistência do advogado Marcelo Weick, hoje procurador-geral do Município de João Pessoa, o senador José Maranhão (PDMB) recorreu aos serviços do escritório do tributarista Mattos Filho para representá-lo no processo de cassação do governador Cássio Cunha Lima no TSE.


O curioso é que o escritório de Mattos Filho, especialista em causas tributárias, nunca atuou em processos eleitorais. Pelo menos é o que revela a própria página de apresentação do escritório Matos Filho na Internet. No item Áreas de Atuação, destaque para ações empresariais, administrativa e tributaristas.
Mattos Filho, além de tributarista, goza de grande prestígio em Brasília. Entre os amigos pessoais do advogado, está o ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Eros Grau, relator do processo de cassação do governador Cássio Cunha Lima (PSDB) no TSE.


A relação de Mattos Filho com Eros Grau foi explicitada em nota divulgada pelo jornalista Cláudio Humberto, de Brasília, sob o título “Grandes Amigos”, publicada no dia 3 de dezembro passado. Na nota, Cláudio Humberto mencionava demorada visita de Maranhão ao escritório do advogado.
Veja a nota:

“Grandes amigos
03/12/2008 00:00
O senador José Maranhão (PMDB-PB) passou a tarde de ontem no escritório do tributarista Mattos Filho, em São Paulo. Por coincidência, o advogado é grande amigo do ministro Eros Grau, relator do processo que cassou o governador tucano da Paraíba, Cássio Cunha Lima.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: história política, isolamento de Cartaxo e a recente decisão do Avante

A história da humanidade foi forjada por alianças sólidas entre tribos outrora nômades, grandes impérios como o Romano e Egípcio, passando pelos gregos, esses considerados como berço da civilização moderna.…

João diz que não está preocupado com eleições: “Prioridade é salvar vidas”

O governador João Azevêdo disse, agora há pouco, antecedendo a Live que fará às 18h00 deste domingo em seus canais nas redes sociais, quando irá detalhar os novos decretos e…