Enquanto o deputado federal paraibano Julian Lemos, que era tido como braço direito de Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral, é rechaçado pela presidência e pelos filhos do presidente, outros dois deputados paraibanos fazem o caminho contrário e já mostram alinhamento com o governo federal.

Wellington Roberto teve um ex-assessor nomeado recentemente, enquanto Hugo Motta já é cotado para ser um dos líderes do governo na Câmara Federal.

Uma expressão popular pode ser muito bem utilizada vendo cenário político que está se formando: ‘Em política até boi voa’, pois o discurso do presidente Bolsonaro que antes de eleito rechaçava os acordos políticos de troca de cargos por apoio no Congresso, vem mudando agora com o ‘Centrão’ lhe dando apoio.

A dúvida que fica caso Hugo Motta, que é médico, consiga a liderança do governo Bolsonaro é se ele apoiará o presidente com relação ao fim do isolamento social e o uso, ainda polêmico, da cloroquina em casos de covid-19 como defende o presidente.

Vale ressaltar que a cidade de Patos, base eleitoral de Hugo é até o momento a terceira cidade da Paraíba com mais casos de Covid-19, sendo o epicentro da doença no Sertão paraibano.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: guardiãs da democracia nutriram a ‘cobra’ chamada Bolsonaro

As instituições responsáveis por salvaguardar o estado democrático de direito vacilaram, por completo, ao não reagirem desde há muito contra os arroubos hostis à democracia manifestados por Jair Bolsonaro. Não…

Avante intensifica diálogo com prefeitáveis de João Pessoa

Visando o alinhamento político nas eleições em João Pessoa, o partido Avante, um dos que mais crescem na Paraíba, intensificou o diálogo com prefeitáveis rumo ao pleito eleitoral deste ano.…