Por pbagora.com.br

 A articulação do deputado estadual Tião Gomes (PSL) para assumir a presidência da Assembleia Legislativa da Paraíba, durante o mês de recesso parlamentar, encalhou, após o deputado estadual Adriano Galdino (PSB) sair de cena sem protocolar a renúncia do mandato.

Enquanto o deputado João Henrique, do DEM, já cumpriu com sua parte no acordo e renunciou ao cargo de primeiro vice presidente, o deputado Adriano Galdino parece ter desistido de fazer o mesmo.

Tião Gomes (PSL) espera assumir a Presidência da Assembleia Legislativa, para incorporar gratificações a aposentadoria.

Segundo fontes ligadas a Galdino, o presidente decidiu que não vai mais cumprir o acordo feito com o vice-presidente João Henrique (DEM) e o 2° vice-presidente, Tião Gomes. Após pressão da imprensa, o socialista decidiu permanecer no cargo até o fim do mandato, em 31 de janeiro de 2017.

O problema é que Tião aguarda com grande expectativa o cumprimento do acordo por parte de Adriano, já que João Henrique fez a parte dele e renunciou ao cargo, na semana passada. Conhecido pelo temperamento explosivo, não de sabe como Tião vai reagir à quebra de acordo. O blog entrou em contato com os três, por diversas vezes, mas nenhum atendeu as ligações.

 

A informação é do blog do Anderson Soares

 

Redação

 

Notícias relacionadas

Opinião: a direitona busca mesmo é um candidato para chamar de “centro”

Lula e Bolsonaro não são, necessariamente, opostos. Pelo menos opostos na mesma proporção, não! Bolsonaro é de extrema-direita, reacionário. Lula é de centro-esquerda e progressista. Bolsonaro rechaça o diálogo; é…

Wilson Filho reforça falta de afinidade com novo perfil do PTB

Em entrevista à reportagem do PB Agora na tarde desta sexta-feira (14), o deputado estadual Wilson Filho (PTB) deixou claro que irá seguir os passos do pai no tocante a…