O debate a respeito da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que trata da Emenda Impositiva segue travado na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). O presidente da Casa, Adriano Galdino (PSB) disse, em entrevista nesta terça-feira (04), que só colocará a matéria para ser votada em plenário quando obtiver o consenso entre os deputados e o governador João Azevêdo (PSB).

Galdino declarou que o Governo do Estado precisa mostrar sua realidade financeira para que a PEC seja discutida e que a solução encontrada agrade a ambos os Poderes.

"É a partir dessa realidade financeira que nós vamos mostrar a nossa contrapartida. Não vou arriscar percentual porque ainda não conversei com o governador", explicou o presidente.

De acordo com o chefe do Legislativo estadual, após dialogar com a gestão Azevêdo e que tomar conhecimento da situação financeira do estado, e de que forma o Poder Executivo poderá atender as demanadas do parlamento, colocará a matéria em pauta.

 "O importante é que tenhamos uma emenda impositiva que não comprometa os serviços essenciais: Saúde, Educação e seguranção pública, como também não comprometa o pagamento do funcionalismo em dia", defendeu Galdino.

 

PB Agora
Foto: Keicy Victor


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

IMPASSE: Cida Ramos vê futrica em tese de rompimento no PSB

A tese de rompimento entre o governador João Azevêdo (PSB) e o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) por conta do impasse envolvendo o PSB paraibano foi eliminada pela deputada estadual Cida…

Juízes da PB protestam hoje na capital contra o PL do abuso de autoridade

A Associação dos Magistrados da Paraíba está convocando associados para ato público contra o PL do abuso de autoridade. O protesto está marcado para as13h de hoje na frente do…