Após quase dois anos, os vereadores resolveram anular a eleição da mesa diretora para o biênio 2019/2020 que teria como presidente o vereador Manga Rosa, e elegeram em sessão extraordinária o vereador Daniel Junior (PR).

O atual presidente, Luzimar Nunes até tentou concorrer, mas os membros da sua própria chapa formada e apresentada, resolveram renunciar e deixaram o vereador sozinho na disputa. Imediatamente uma nova chapa encabeçada pelo vereador Daniel Junior foi apresentada e com seis votos ele foi eleito presidente.

A eleição foi conduzida pelo vice-presidente da Câmara, Irmão Kaká que assumiu o comando da sessão após um apagão e saída do plenário dos vereadores Luzimar Nunes e Juscelino Araújo. Irmão Kaká oficializou o resultado e decretou a legalidade da eleição. O vereador Malbathan Pinto é o vice-presidente eleito na chapa de Daniel.

Votaram para eleger Daniel Junior os vereadores –  Malbathan, Adriano Ferreira, Fernando Araújo, Irmão Kaká e Josélio Jogador, além do próprio Daniel. Os vereadores NaldoCell, Pinta do Gurugi e Carlos Manga Rosa mesmo presentes na sessão, se abstiveram do voto. Luzimar Nunes e Juscelino Araújo se retiraram da Câmara.

 

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Auxiliar nega articulação para disputa de CG: “Não foi discutido com governador”

O secretário de Saúde do Estado da Paraíba, Geraldo Medeiros, voltou a negar, durante entrevista essa semana a existência de articulações envolvendo o nome dele para a disputa pela prefeitura…

Deputado critica Cartaxo por proibir Feira Agroecológica, em João Pessoa

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) repudiou, nesta semana, a decisão da Prefeitura de João Pessoa que proibiu a realização da Feira Agroecológica do Ponto de Cem Réis, organizada por…