Por pbagora.com.br

Em reunião do Diretório Nacional do PPS, realizada nesta sexta-feira em Brasília, que contou com a participação do presidenciável Eduardo Campos(PSB), a Paraíba recebeu aval para celebrar aliança em apoio à candidatura do senador Cassio Cunha Lima (PSDB) ao Governo do Estado. A informação é do presidente estadual do partido, vice-prefeito de João Pessoa Nonato Bandeira, que é membro do Diretório e participou do evento.

Nonato Bandeira disse que, a exemplo dos representantes de cada unidade da federação, fez um relato da situação atual do partido e a conjuntura política no Estado. Informou sobre as pré-candidaturas existentes, a chapa proporcional em formação e a tendência atual do PPS, além do esforço que está fazendo junto com a direção atual para reconstruir a legenda depois das disputas acirradas que ocorreram no ano passado.

"Eu relatei para os companheiros do Diretório que conversamos com o presidente do PSB, até por recomendação do presidente Roberto Freire em levar para o partido a possibilidade em se reproduzir a aliança nacional nos Estados, mas de acordo com a grande maioria dos diretorianos e pré-candidatos proporcionais já consultados na Paraíba, a preferência recai sobre o apoio de uma possível chapa Cassio governador e Luciano Agra como vice, caso os partidos de ambos confirmem o que as pesquisas apontam a a mídia vem noticiando", disse Bandeira.

Segundo o vice-prefeito de João Pessoa, o próprio presidente Roberto Freire afirmou que casos como o de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraíba são Estados onde o PPS deverá marchar com o PSDB, não só pela decisão atual de seus filiados, mas também por manter alianças históricas com os tucanos.

 

 

Ascom

Notícias relacionadas

Condenações de Lula anuladas: “Decisões jurídicas devem ser respeitadas”, diz tucano da PB

Opositores e aliados de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) repercutiram o recente julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal) que confirmou, por 8 votos a 3, a anulação de todas…

Sem unidade, esquerda pode ficar fora do 2º turno em 2022

O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores na Paraíba, Jackson Macedo, disse em entrevista a imprensa que os partidos do chamado campo democrático podem ficar de fora de um possível…