Em nota, o PT da Paraíba repudia os atos convocados pelo presidente Jair Bolsonaro conclamando o fechamento do Congresso Nacional.

O comunicado ressalta que a Democracia nunca esteve tão ameaçada desde a redemocratização ocorrida em 1980 e prossegue afirmando que o presidente nunca teria defendido a democracia.

Confira na íntegra:

O presidente Jair Bolsonaro mostrou mais uma vez a que veio. De forma autoritária e ditatorial, o presidente da República convocou por redes sociais a manifestação pelo fechamento do Congresso Nacional marcada para 15 de março, em aliança com grupos de extrema-direita.

A Democracia no Brasil nunca esteve tão ameaçada desde a redemocratização, ocorridas nos anos 1980. A convocação para um ato contra as instituições democráticas veio de quem mais deveria defendê-las, o chefe da nação.

Mas Jair Bolsonaro nunca defendeu a Democracia. Na verdade, trata-se de um falso patriota, que beija a bandeira dos Estados Unidos, e que, com sua política entreguista, quer acabar com a soberania do nosso país.

Agora, Bolsonaro passa de todos os limites ao querer fechar o Congresso Nacional. A estratégia de colocar o povo contra os legisladores é semelhante à de ditadores em regimes totalitários.

Este ato do presidente é uma atitude gravíssima, que configura crime de responsabilidade, previsto na constituição, e que justifica uma reação à altura por parte da sociedade.

É urgente um posicionamento das instituições, sejam da sociedade civil, seja dos poderes da República, contra este ato irresponsável do presidente. Não podemos voltar aos tempos do arbítrio, revivendo a escuridão de uma Ditadura Militar.

A democracia brasileira está ameaçada! A sociedade deve reagir!

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim Filho atua como bombeiro na relação entre Mandetta e Bolsonaro

O deputado federal Efraim Filho (DEM) revelou que tem conversado com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, também do Democratas, e  declarado apoio total, irrestrito e absoluto às decisões…

Bolsonaro deve demitir Mandetta ainda nesta segunda-feira, diz O Globo

A demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, foi confirmada ao jornal O Globo por auxiliares do presidente da República, Jair Bolsonaro. O texto foi publicado pelo jornal na…