O diretório do PSL de Santa Rita denunciou em nota emitida nesta segunda-feira (18) que vereadores de Santa Rita estariam ameaçando jornalistas de morte. 11 parlamentares do município são investigados pelo Gaeco e pela Polícia Civil da Paraíba.

De acordo com a nota, os vereadores estariam acusando os jornalistas pela divulgação do caso que ficou conhecido como a ‘Farra das Diárias’. “Calar a imprensa sob o chicote da ameaça é uma medida insensata e injustificável”, diz a nota.

A denúncia ganhou repercussão nacional após o caso ser abordado pelo programa Fantástico, da Rede Globo.

Os vereadores foram presos em flagrante durante a Operação Natal Luz, que investiga o uso indevido de diárias pagas pela Câmara de Santa Rita a vereadores que usariam cursos e congressos como fachadas para viagens turísticas.

Confira nota do PSL na íntegra assinada pela presidente Eliane Nunes:

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Jeová deixa a UTI e é transferido para apartamento de hospital em JP

O deputado estadual Jeová Campos foi transferido ainda nessa segunda-feira (27) para um apartamento do Hospital Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa, para onde foi transferido ontem após se…

Análise: um diagnóstico dos pré-candidatos a prefeito de João Pessoa, certezas e indecisões

Existe uma máxima que diz: “Antes das eleições os candidatos têm muitos predicados, mas é depois que se conhece o sujeito”. É verdade, pois todos os postulantes a um cargo…