Por pbagora.com.br

 Uma nota de repúdio ao deputado estadual Anísio Maia (PT) foi aprovada hoje durante assembleia dos professores da 1ª Regional de Ensino ligadas ao Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba (Sintep-PB). No documento, os docentes se posicionam contra o pedido feito pelo parlamentar para que a categoria tivesse paciência em relação às limitações enfrentadas tanto pela prefeitura de João Pessoa quanto pelo Governo do Estado em meio à crise econômica.

No texto, os professores ironizam o apelo do deputado e afirmam que para ele é mais fácil ser paciente porque sua categoria, a dos deputados, teve aumento de 25% este ano. "O nobre deputado esquece que ele teve um reajuste de 25% este ano, elevando seu salário para R$ 25 mil por mês, enquanto nossa categoria teve um reajuste de 4,5%".

Confira a íntegra da nota:

NOTA DE REPÚDIO

 

Nós, trabalhadores e trabalhadoras da educação estadual da Paraíba, organizados na 1ª região de ensino, vimos REPUDIAR as declarações do deputado estadual Anísio Maia (PT) que, na última sexta-feira, 03 de abril do corrente ano pediu compreensão aos professores do Estado e do município de João Pessoa por conta da greve que estas categorias ora realizam porque o ano que os governos enfrentam é de “vacas magras”, segundo o parlamentar. O “nobre” deputado esquece que ele teve um reajuste de 25% este ano, elevando seu salário para R$ 25 mil/mês, enquanto nossa categoria teve um reajuste de 4,5%.

Assim, é muito fácil para Anísio Maia e os demais deputados falarem em época de “vacas magras” quando se beneficiam do dinheiro público a despeito das demais categorias que, com o suor de seu trabalho, produzem a riqueza deste Estado. Queremos, portanto, que esta Assembleia Regional aprove um voto de REPÚDIO a esta declaração acintosa do deputado à luta de nossa categoria!

 

João Pessoa, 06 de abril de 2015

Notícias relacionadas

Bolsonaro aparece com aprovação abaixo de 30%, segundo IPEC

No pior momento da pandemia e ainda sem a retomada do pagamento do auxílio emergencial, a aprovação do presidente Jair Bolsonaro aparece abaixo do patamar de 30% da população, segundo…

Mãe e irmã de Watteau Rodrigues morrem vítimas da covid em intervalo de 24h

Morreu ontem (03), a mãe de Watteau Ferreira Rodrigues, ex-vereador e ex-candidato a vereador nas eleições de 2020, Maria do Carmo Ferreira estava internada em tratamento contra a covid-19, a…