Após a reunião da bancada federal da Paraíba com membros da Universidade Federal da Paraíba, na última segunda-feira (27) para debater o contingenciamento no orçamento das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes), foi realizada nesta quinta-feira (30) uma audiência com o ministro da Educação, Abraham Wientraub, em Brasília, com a presença dos reitores da UFPB e da UFCG.

Segundo Efraim Filho, que intermediou a audiência o encontro tem acontece com o objetivo de sensibilizar o Governo Federal para que possa reverter a decisão de cortar mais de R$ 100 milhões no orçamento das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes). Em depoimento à imprensa a reitora da UFPB, Margareth Diniz, fez um alerta destacando que a universidade, se mantido esses cortes, só aguentará até setembro desse ano.

“Se o corte no orçamento das Ifes for mantido, as instituições só terão como se sustentar até final de setembro”, disse Margareth, destacando que o bloqueio de recursos compromete o pagamento de energia elétrica, água, telefonia, compra de material para setores e laboratórios, assim como bolsas de iniciação científica e de extensão.

 

Redação


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: João Azevêdo mostra capacidade política e pede que membros do PSB “se desarmem”

O mito criado sobre a figura do governador João Azevêdo (PSB), que o jogava como grande técnico administrativo, não possuindo, no entanto, características necessárias para caminhar nas alamedas tortuosas da…

“Estou passando por mentiroso”, diz Léo após não cumprimento das emendas impositivas

Vice-presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) o vereador Léo Bezerra (PSB), contestou ontem (21) em discurso as declarações do prefeito da capital Luciano Cartaxo (PV) de que estaria…