Por pbagora.com.br

Em contato com o PB Agora, a ex-deputada Eva Gouveia rebateu as declarações de Livânia Farias que citou seu nome junto com de outros políticos paraibanos por divisão da ‘propina’ da Cruz Vermelha, em uma espécie de ‘mensalinho’.

De acordo com Eva ela nunca recebeu recursos ilegais nem nunca teria votado matérias em troca de dinheiro, além de nunca ter estado com Roberto Santiago, a quem Livânia apontou como a pessoa encarregada de entregar o dinheiro.

Confira:

Quero dizer que nunca recebi recursos ilegais, propinas ou mesadas. Nunca votei matérias que tramitavam na assembléia em troca de dinheiro, nem de favores.
Nunca estive com Roberto Santiago ou qualquer uma outra pessoa ligada a ele. Não há uma ligação, uma mensagem, uma gravação, um contato pessoal. Nada que me leve a ter proximidade com esse Senhor.
Meu contato com Livânia sempre foi institucional. Nos víamos em solenidades do Governo Estadual. Eu, Eva, nunca estive com Roberto e nem nunca tratei destes assuntos com Livânia ou com quem quer que seja.
Tenho uma vida limpa. Uma conduta limpa.
Tive minhas contas aprovadas na Assembleia, na Prefeitura de Campina Grande e nas campanhas em que disputei.
Nunca me envolvi em escândalos de nenhuma natureza.
Contesto veemente as declarações de Livânia, lamentando profundamente que ela use deste expediente sério que se chama delação premiada, para envolver e/ou citar alguém como eu, que não estou envolvida em absolutamente nada neste esquema que se instalou na Paraíba.

PB Agora

Notícias relacionadas

Vené e Nilda destinam R$ 7,5 mi ao OGU 2021 para o Centro de Convenções de CG

Os senadores Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) e Nilda Gondim (MDB-PB) destinaram, de suas emendas pessoais ao Orçamento Geral da União – OGU 2021, R$ 7,5 milhões para a construção…

Ruy e Efraim defendem valor de R$ 600 para nova rodada do Auxílio Emergencial

O deputados federais Efraim Filho e Ruy Carneiro tornaram público, em entrevista nesta terça-feira (2), que defendem o retorno do pagamento do Auxílio Emergencial. O governo federal realizou o pagamento…