Por pbagora.com.br

Mesmo com o foco da sociedade voltado para o combate a pandemia, o pré-candidato a prefeito de Campina Grande pelo PSD, Bruno Cunha Lima pressionou em entrevista nesta semana o prefeito Romero Rodrigues que preside o PSD na Paraíba pela indicação formal do grupo pela disputa pelo paço municipal da Rainha da Borborema.  Acontece que em recente postagem do prefeito sobre a pandemia quando Romero indagava que há meses não trata-va de política Bruno aparecia concordando com esse pensamento do gestor.

Na última sexta-feira, 19, o ex-deputado e auxiliar de Romero subiu o tom, cobrou uma posição do prefeito, alegando, inclusive, que filiou-se ao PSD, porque, na época, obteve a garantia de ser o candidato indicado pela legenda para disputar as eleições municipais. “É importante lembrar que foi feito um convite para o PSD e o convite foi aceito. A proposta é inversa, não é que eu só serei candidato se Romero escolher. A proposta é: eu só me filiei porque Romero convidou. Ele e os aliados”, disse Bruno.

O gestor campinense, por sua vez, nas redes sociais, disse que “há três meses não discuto nenhum tema reativo à política”. Tal post foi aplaudido por Bruno  Cunha Lima nos comentários.

Veja os posts:

 

Redação

Notícias relacionadas

Cobiçada: sobe para 7 número de possíveis candidatos ao Senado em 2022; confira os nomes

Já subiu para sete o número de pretensos postulantes à única vaga da Paraíba para o Senado Federal nas eleições de 2022. O nome mais recente a se lançar na…

“O Avante estará na chapa majoritária de João”, diz presidente da ALPB

O presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB), em entrevista a imprensa nesta terça-feira (11), garantiu que o Avante, legenda controlada no estado pela sua mulher a prefeita de Pocinhos…