Por pbagora.com.br

Após sucessivas derrotas nas disputas majoritárias, tanto no âmbito municipal, quanto no âmbito estadual, o PSOL na Paraíba vai apostar o nome da sua principal estrela, o  presidente da executiva estadual da sigla no Estado, Tárcio Teixeira, na disputa proporcional para concorrer a uma das 27 vagas na Câmara Municipal de João Pessoa. Apesar da decisão, conforme Tárcio, o partido também  deverá concorrer à Prefeitura de João Pessoa, mas ainda não há um nome definido como pré-candidato da esquerda.

“Ainda estamos construindo internamente esse nome. Enquanto isso, a gente vem debatendo com os companheiros e companheiras a construção de um programa para João Pessoa”, disse.

O PSOL tem realizado debates programáticos através da internet com transmissão pelo Facebook a cada 15 dias.

“A nossa campanha de chapa proporcional tem sido feita também a cada quinzena, em alternância com a do diretório municipal, na busca de desenvolver atividades programáticas”, enfatizou.

Além de Tárcio, outros 30 nomes filiados ao PSOL também devem concorrer na disputa proporcional na Capital.

“Além do debate ideológico de projeto de sociedade que o PSOL sempre tem feito nas eleições, a agente vai a uma disputa concreta, objetiva, para ocupar as primeiras vagas para a Câmara da Capital”, revelou.

 

Redação

Notícias relacionadas

Esquerda forma frente anti-Bolsonaro que pode virar aliança para 2022 na Paraíba

Quem pensar que os partidos de esquerda estão desarticulados entre si, na Paraíba, está enganado. Há mais de dois meses, sete deles – PT, PSB, Psol, PC do B, UP,…

Pedro Cunha Lima se reúne com Nilvan e convida comunicador para o PSDB

Licenciado da Câmara dos Deputados, em Brasília, o presidente do PSDB da Paraíba, Pedro Cunha Lima, segue com sua agenda buscando fortalecer a legenda para as eleições do ano que…