Disputa interna. A eleição para presidente do Partido dos Trabalhadores em Campina Grande vai ter segundo turmo. Nenhuma das três candidaturas que concorreram neste domingo à presidência do Partido dos Trabalhadores em Campina Grande obteve 50% mais 1 dos votos, o que leva o pleito para uma disputa em 2º turno.

O professor Hermano Nepomuceno obteve 46% dos votos apurados, enquanto a sindicalista Terezinha Cavalcante recebeu 32%.

Na terceira colocação Mauro Plácido, com 21%. Votaram 382 filiados, num universo superior a 3 mil militantes.

Na distribuição de vagas no diretório municipal, a chapa de Hermano terá 16 cadeiras; a de Terezinha, 12; e a de Mauro, 8.

Na apuração da eleição para o diretório nacional, em Campina, a deputada Gleisi Hoffman (PR) foi a mais votada.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

2020: deputado aliado de João defende a unificação da oposição em CG

Pré candidato a prefeito de Campina Grande, o deputado estadual Inácio Falcão (PCdoB), defendeu, nesse fim de semana, a unificação da oposição para enfrentar o candidato a ser apresentado pelo…

PCdoB paquera ‘passe’ de João Azevêdo e já prepara formalização de convite de filiação

O PCdoB entrou no roll dos partidos que estão interessados na filiação do governador João Azevêdo (PSB) caso o gestor oficialize a desfiliação da legenda. Segundo o deputado estadual Inácio…