A Paraíba o tempo todo  |

Efraim Filho vota pela derrubada dos vetos das leis Aldir Blanc 2 e Paulo Gustavo

Leis garantem mais recursos para o setor cultural do país

Na noite da última terça-feira (5), em sessão conjunta da Câmara dos Deputados com o Senado Federal, foram derrubados os vetos presidenciais de incentivo à cultura referentes às leis Aldir Blanc 2 (PL 1518/21) e Paulo Gustavo (PLP 73/21). Os projetos preveem repasse de recursos do governo para a categoria, como forma de ajudar na retomada do setor que mais foi impactado no período da pandemia.

Defensor da cultura, o deputado federal Efraim Filho (União Brasil) também foi um dos parlamentares que apoiou o veto. ” Temos hoje uma vitória do setor cultural que tanto nos orgulha. A cultura envolve artes, shows, teatro, cinema e até o nosso São João e principalmente a vaquejada, tão importante na Paraíba. Essas leis de incentivo existem para garantir que esses artistas sejam valorizados e consigam a ajuda que tanto precisam para se reerguer”, comenta.

O parlamentar, que também é coordenador da bancada da Paraíba, tem compromisso com o setor cultural, que envolve direta e indiretamente o empreendedorismo, já que muitas pessoas que trabalham com artes são autônomas. “Estamos falando do sustento de milhões de brasileiros que trabalham com o que o nosso país tem de melhor a oferecer. Com a expressão artística, que garante oportunidades, renda e movimenta também a economia. Uma grande vitória!”, pontua.

Juntas, as leis Aldir Blanc 2 e Paulo Gustavo somam um repasse de aproximadamente R$6,8 bilhões para o setor, que inclui, além do ofício em si, investimento em estudos e pesquisas, concessão de bolsas no Brasil ou no exterior, aquisição de imóveis tombados, manutenção de grupos, companhias e orquestras e construção de museus, centros culturais e bibliotecas.

Lei Aldir Blanc 2

A Política Nacional Aldir Blanc de Fomento à Cultura é uma homenagem ao compositor Aldir Blanc Mendes, que morreu em maio de 2020 em decorrência da Covid-19. É resultado do PL 1.518/21.

Lei Paulo Gustavo

O nome da lei surgiu em homenagem ao ator e humorista Paulo Gustavo, que morreu em maio de 2021, também vítima da Covid-19.

 

Da Redação com Assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe