Foi com revolta que o líder da bancada paraibana no Congresso, Efraim Filho (DEM), comentou a proposta do pacto federativo que prevê a extinção de municípios, que pode afetar diretamente a Paraíba e suas pequenas cidades.

Efraim considerou ‘absurda’ a possibilidade de extinção dos municípios. Segundo ele, o projeto não será aprovado.

“Essa proposta é natimorta, já nasceu derrotada e não tem a mínima chance de prosperar. Se pequenas cidades forem transformadas em distritos das maiores, acabou qualquer chance de crescimento e desenvolvimento”, argumentou.

Ainda de acordo o democrata, o projeto despreza os avanços conquistados pelos pequenos municípios, como construção de escola, calçamento de ruas e avanços na saúde. “Eles ficariam no abandono”, ressaltou.

Caso seja aprovado, o Pacto Federativo poderá extinguir 68 municípios da Paraíba com menos de cinco mil habitantes. A proposta, entregue nesta terça-feira (05) ao Senado pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, prevê também a transferência de R$400 bilhões aos estados e municípios em 15 anos.

De acordo com a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), as cidades com menos de cinco mil residentes, deverão comprovar, até o dia 30 de junho de 2023, sua sustentabilidade financeira. Caso não atestem sua independência fiscal, as cidades serão ‘incorporadas’ a algum dos municípios limítrofes, a partir de 1º janeiro de 2025.

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid-19: João e governadores do NE discutem plano de trabalho conjunto

O governador João Azevêdo participou, nesta quarta-feira (1), de videoconferência com os demais governadores do Nordeste e representantes do Comitê Científico do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio…

Suplente toma posse na CMJP em função de vereador licenciado

 Renato Martins (Avante) assume vaga deixada por Tanilson Soares (PSB), que solicitou licença para tratar de assuntos particulares A Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) deu posse,…