Por pbagora.com.br

Foi com revolta que o líder da bancada paraibana no Congresso, Efraim Filho (DEM), comentou a proposta do pacto federativo que prevê a extinção de municípios, que pode afetar diretamente a Paraíba e suas pequenas cidades.

Efraim considerou ‘absurda’ a possibilidade de extinção dos municípios. Segundo ele, o projeto não será aprovado.

“Essa proposta é natimorta, já nasceu derrotada e não tem a mínima chance de prosperar. Se pequenas cidades forem transformadas em distritos das maiores, acabou qualquer chance de crescimento e desenvolvimento”, argumentou.

Ainda de acordo o democrata, o projeto despreza os avanços conquistados pelos pequenos municípios, como construção de escola, calçamento de ruas e avanços na saúde. “Eles ficariam no abandono”, ressaltou.

Caso seja aprovado, o Pacto Federativo poderá extinguir 68 municípios da Paraíba com menos de cinco mil habitantes. A proposta, entregue nesta terça-feira (05) ao Senado pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, prevê também a transferência de R$400 bilhões aos estados e municípios em 15 anos.

De acordo com a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), as cidades com menos de cinco mil residentes, deverão comprovar, até o dia 30 de junho de 2023, sua sustentabilidade financeira. Caso não atestem sua independência fiscal, as cidades serão ‘incorporadas’ a algum dos municípios limítrofes, a partir de 1º janeiro de 2025.

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Repartições estaduais terão ponto facultativo nos dias 8, 24 e 31

Portaria publicada hoje (2), na edição do Diário Oficial do Estado, faculta os expedientes dos dias 8, 24 e 31 de dezembro de 2020, nas repartições estaduais da Administração Direta…

Análise – Cícero e a corrupção: este é um terreno minado em que a gestão não pode vacilar

Um dos maiores desafios que o prefeito eleito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), terá ao longo dos seus primeiros quatro anos de gestão será precaver-se contra a corrupção. Primeiro…