Por pbagora.com.br

Sensível à situação por que passa o país diante da pandemia do Coronavírus, o deputado federal Efraim Filho (DEM) condenou, durante entrevista nesse final de semana, a possibilidade de o Congresso Nacional trazer à tona a pauta da redução do trabalho e dos salários dos servidores públicos, neste momento.

Efraim lembrou que a saúde do povo deve vir em primeiro lugar bem como ações que possam salvar vidas, devido a epidemia do novo coronavírus e depois o governo pensa estratégias para a equilibrar a economia.

“Não creio que seja o momento de discutir isso. Em primeiro lugar a saúde das pessoas, prioridade total para salvar vidas”, destacou.

Conforme o deputado paraibano, passada a turbulência na saúde consequentemente virá o esforço para a recuperação da economia “que logicamente sofreu grande impacto”.

“Mas não dá para colocar números, valores a frente das vidas que podem ser salvas e exigem neste momento isolamento, quarentena e suspensão das atividades”, emendou.
Nesse final de semana, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), teria admitido que só uma PEC poderia resolver essa questão da diminuição dos salários e jornada de trabalho do funcionalismo.

PB Agora

Notícias relacionadas

Governo da PB notifica servidores por acúmulo de cargos

Cinco servidores do Estado da Paraíba foram notificados pelo acúmulo ilegal de cargos e têm o prazo de cinco dias para apresentar opção pelo vínculo empregatício legalmente permitido. A notificação…

Opinião: Cícero, Bruno, João e o povo devem pular fogueira de São João de forma harmoniosa para amenizar efeitos da covid

É hora de um estudo coletivo; uma grande mobilização por parte dos gestores paraibanos, a fim de buscar mecanismos comuns que possam resguardar a vida humana, livre das querelas partidárias…