Por pbagora.com.br

O deputado federal Efraim Filho (DEM) revelou que tem conversado com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, também do Democratas, e  declarado apoio total, irrestrito e absoluto às decisões dele à frente da luta contra a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Bolsonaro não estaria satisfeito com o posicionamento de Mandetta a favor do isolamento social, seguindo recomendações da Organização Mundial de Saúde em prol da prevenção à Covid-19.

O líder do DEM disse que Mandetta conquistou o respeito da família brasileira por se dirigir ao público de forma direta, técnica e baseada na ciência.

– A gente torce muito para que nesse momento consiga haver essa reconciliação do presidente Bolsonaro e do ministro Mandetta. Que eles possam recuperar essa sintonia, discutir esse relacionamento e chegarem a um consenso pelo bem do Brasil”, argumentou.

Efraim afirmou ainda que a permanência do ministro no cargo seria uma excelente notícia para o Brasil diante do momento crítico para a saúde pública do país e que tem trabalhado para que Mandetta siga à frente da pasta.

“Estamos atuando como bombeiros, eu e vários outros líderes, para focarmos na saúde, em primeiro lugar, e na economia em segundo. Já temos uma crise na saúde, na economia e isso virar uma crise política não é o ideal”, explicou Efraim.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Bruno defende volta de Cássio à cena política: “Tem importância e grandeza”

Bruno Cunha Lima (PSD), prefeito de Campina Grande, defendeu, durante entrevista nesta quinta-feira (13), que o ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) seja candidato nas eleições do ano seguinte. Ele cogita,…

Progressistas vira ‘noiva cobiçada’ da situação e da oposição para as eleições de 2022

O partido Progressistas, da senadora Daniella Ribeiro e do deputado federal Aguinaldo Ribeiro, respectivamente, pode ser o fiel da balança nas eleições do ano que vem. A legenda tem vínculos…