Por pbagora.com.br

O deputado federal Efraim Filho descartou a possibilidade de demissão do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Mandetta tem se mostrado eficaz e necessário diante do enfrentamento à pandemia causada pela Covid-19, no entanto, tem encontrado um obstáculo difícil de superar e que contraria as recomendações de prevenção ao novo coronavírus: o seu chefe, o presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com Efraim, o ministro está firme em sua função, principalmente, após o último pronunciamento do presidente da República, que segundo ele, aderiu um tom mais sereno, uma fala mais técnica e menos política. “Mostrou preocupação e não trouxe ironia ou brincadeira nas falas, tratando a pandemia com ‘gripezinha’. Se esse fosse o discurso do presidente desde o início, a gente estaria num clima de bem menos tensão”, analisou o deputado.

Efraim Filho declarou que todos esperam do presidente da República, que é quem lidera o país nesse momento, uma postura de encararar com seriedade um problema que tem deixado famílias confinadas, crianças sem escolas e um comércio com prejuízos. “Mandetta tem, com suas orientações técnicas embasadas na ciência, conquistado a confiança da família brasileira e acho que com sua saída da Saúde seria uma péssima notícia, não apenas para o governo, mas para todo o Brasil”, garantiu o deputado.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Alheio a debate político, PDT faz mistério sobre futuro e alianças em 2022

Após o deputado federal Damião Feliciano (PDT) ter vencido à Covid-19 em meio a uma batalha pela vida de quase 90 dias, a família tem evitado entrar no debate político…

Opinião: Cícero embarca só na reeleição de João ou leva os Ribeiros e o partido?

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), já teria manifestado incondicional apoio à reeleição do governador João Azevedo (Cidadania). Pelo menos foi o que revelou, com absoluta exclusividade, o…