A Paraíba o tempo todo  |

Efraim critica vazamento de informações

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O senador Efreaim Morais (DEM-PB) criticou, nesta sexta-feira (27), o vazamento de informações das investigações empreendidas pela Polícia Federal nas transações da Construtora Camargo Correia. Para Efraim, trata-se de mais uma iniciativa do Governo Lula no sentido de prejudicar partidos da Oposição, ao envolver informações como doações partidárias com o escândalo denunciado em relação à empresa, uma das maiores da área de construção

Para Efraim,o fato do líder do DEM, Agripino Maia (RN), e o tucano Flexa Ribeiro (PA), terem sido citados na denúncia deixa clara a intenção de macular a imagem de integrantes da bancada oposicionista no Congresso Nacional. Ao prestar solidariedade aos colegas de Casa, o senador paraibano deixa claro que as ilações levantadas com base na forma como foram vazadas as informações da Operação Castelo de Areia da Polícia Federal são “reprováveis e pouco republicanas”.

A oposição entrará com recurso na Justiça de São Paulo para ter acesso às investigações da Polícia Federal, segundo as quais a empreiteira Camargo Corrêa teria desviado dinheiro de obras para partidos políticos. Quatro diretores da empresa teriam desviado verbas públicas, supostamente para abastecer contas no exterior e de campanhas políticas, beneficiando políticos do DEM, PSDB, PPS, PSB, PDT, PP e PMDB. Os partidos negam as acusações.

PB Agora

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe