Por pbagora.com.br

O senador EfraimMorais (DEM-PB) voltou a criticar, nesta segunda-feira, o governo federal por “ter-se dado ao luxo” de devolver recursos, na ordem de 57 milhões de dólares, ao ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Por conta disso, com base em requerimento de Efraim, o ministro Márcio Fortes,das Cidades, teve de ir ao Senado Federal na semana passada se explicar sobre a questão.

Ao falar durante audiência pública das comissões de Assuntos Sociais (CAS) e de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), na última sexta-feira, Márcio Fortes afirmou que a devolução dos US$ 57 milhões ao BID não significou que os programas de saneamento previstos para seis municípios de baixa renda foram esquecidos.

– Esses programas migraram para o Programa de Aceleração do Crescimento [PAC] com múltiplas vantagens: o total previsto para as obras aumentou de R$ 81 milhões para R$ 94 milhões. É dinheiro garantido, sem possibilidade de contingenciamento, e com exigência de contrapartida de 5% dos municípios, enquanto que as regras do empréstimo exigiam 40% – explicou.

Efraim Morais (DEM-PB) e Marisa Serrano (PSDB-MS) criticaram a atuação do governo na área de saneamento e de habitação, que, segundo Efraim, aumentou o valor dos empenhos (compromissos de gastos) nos anos eleitorais e não liberou os pagamentos na mesma proporção. Marisa Serrano concentrou suas críticas no ritmo das obras de saneamento básico. Na atual velocidade, a universalização da rede de esgoto vai levar 113 anos, segundo ela. Por sua vez, Jefferson Praia (PDT-AM) disse que falta planejamento nos projetos públicos, nos três níveis de governo.
 

PB Agora, com Agência Senado

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Reação de Cícero a ataques de Cartaxo expõe racha entre PP e PV em JP

O pré-candidato do PP a prefeitura de João Pessoa, Cícero Lucena, reagiu com bom humor aos ataques proferidos pelo prefeito, Luciano Cartaxo (PV), em entrevista a programa de rádio, na…

Berg comemora decisão do STJ que anula vídeo e diz que foi alvo de conspiração

STJ anula processo no qual o ex-prefeito Berg Lima é filmado recebendo dinheiro de um empresário Em vídeo postado nas redes sociais, o ex-prefeito de Bayeux, Berg Lima, disse estar…