A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Efraim critica invasões do MST: “Não há espaço para esse caos. É nosso dever defender a propriedade privada”

O atual senador Efraim Filho (União Brasil) teceu críticas a ocupação de um terreno da Embrapa Semiárido, em Pernambuco, realizada pelo Movimento Sem Terra (MST). A invasão também foi criticada por pesquisadores que argumentam que o local é de preservação da Caatinga. Após a repercussão negativa da ocupação, integrantes do movimento se dispersaram da área e buscaram ocupar outros terrenos na Bahia. Por meio das suas redes Efraim Morais (União Brasil), criticou o MST e classificou a ocupação como “invasão”.

“O MST insiste em invadir propriedades alheias. Não há espaço para esse caos em um país que deseja crescer e se desenvolver. É nosso dever defender a propriedade privada e, também, a preservação ambiental”, disse Efraim, ao destacar ainda que é a favor do Agro e justificou seu posicionamento ressaltando a importância também do pequeno produtor, do agricultor, e a importância desses setores para a economia do país.

“As invasões do MST na área da Embrapa — Semiárido, foram um ataque à preservação do bioma da Caatinga e colocam em risco a vida de animais ameaçados de extinção. O caos não pode prevalecer sobre a lei e a ordem! Agir na lei para proteger o cidadão de bem que trabalha e que produz, seja grande, pequeno produtor ou agricultor familiar. Todos que produzem precisam ser devidamente protegidos e apoiados. O Agro é um dos motores da economia do Brasil e merece respeito”, afirmou o senador.

Veja o post:

Da Redação

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe