Por pbagora.com.br

Muito mais que fornecer tablets para os estudantes, o candidato dos Progressistas à Prefeitura de João Pessoa, Cícero Lucena, propõe um verdadeiro Programa de Inclusão Digital através da Rede Municipal de Ensino, onde as crianças serão alfabetizadas e simultaneamente capacitadas para o uso de equipamentos digitais.

“Não podemos mais permitir que nossas escolas produzam analfabetos digitais. Esta pandemia mostrou o quanto é importante que os estudantes estejam familiarizados com a tecnologia e mais que isso, a importância de fornecer os equipamentos necessários para o ensino a distância e para que todos estejam conectados”, disse Cícero. “Não está escrito em lugar nenhum que o ensino nas escolas públicas tem que ser inferior ao de escolas particulares. Pelo contrário, precisamos capacitar nossos alunos para que possam se tornar empreendedores digitais”, completou.

O programa de Letramento Digital trata-se de uma política municipal em conjunto com a alfabetização na idade certa, buscando capacitar as crianças para o uso de equipamentos digitais. Familiarização com aparelhos eletrônicos, incluindo aulas e conceitos de robótica para fomentar as práticas pedagógicas que envolvam o ambiente digital.

Atualmente ensino pouco eficiente fez com que João Pessoa ficasse apenas em décimo oitavo lugar entre as capitais do país, tanto nos anos iniciais, quanto nos anos finais do ensino fundamental, mesmo com uma taxa razoável de escolarização para crianças de 6 a 14 anos – 96,9% (IBGE). A péssima avaliação no Ideb, 4,9 para os anos iniciais do ensino fundamental, e 3,9 para os anos finais, faz com que João Pessoa figure entre as piores quando comparada com as capitais brasileiras, sendo a terceira pior do Nordeste brasileiro.

Entre os compromissos de Cícero com a educação estão:

– Promover inclusão digital em todas as atividades do currículo;
– Ampliar e fortalecer a escola integral, desenvolvendo uma proposta pedagógica adequada e inovadora;
– Criar na educação de jovens e adultos, a política de exames de certificação regular de avaliação de saberes formais e informais construídos ao longo da vida;
– Implantar o empreendedorismo nas escolas, com ênfase no empreendedorismo digital;
– Garantir atendimento educacional especializado a alunos hospitalizados;
– Reorganizar o espaço físico das unidades escolares, que se transformarão em um espaço multimidiático e multidisciplinar;
– Promover a gestão descentralizada da alimentação escolar, conferindo maior autonomia na gestão da merenda;
– Criar o Imeb-JP (Índice Municipal da Educação Básica de João Pessoa) como instrumento de monitoramento e avaliação da qualidade do ensino da rede pública municipal.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-presidiário é executado a tiros na manhã deste domingo, em JP

Um ex-presidiário que havia deixado a prisão há aproximadamente 40 dias e estava trabalhando como flanelinha, desde então, foi assassinado com três tiros na cabeça, na manhã deste domingo (25),…

No guia eleitoral, Ruy destaca propostas para saúde, assistência social e esportes

O guia eleitoral do candidato a prefeito Ruy Carneiro continua repercutindo sua atuação na saúde, esportes e assistência social. Neste sábado (24), foram exibidos depoimentos de pessoas que foram beneficiadas…