A Paraíba o tempo todo  |

Eduardo Carneiro diz que Solidariedade ainda não bateu martelo sobre apoios, apesar de tendências pró João e Aguinaldo

Presidente estadual do Solidariedade na Paraíba, o deputado estadual Eduardo Carneiro criticou, durante entrevista nesta segunda-feira (11), a antecipação, por parte de alguns setores, do calendário eleitoral no estado, sobretudo no tocante à formação das chapas majoritárias. O parlamentar destacou, no entanto, que antes de o partido se definir sobre qual chapa apoiará, irá consultar todos os filiados em busca de uma maioria ou até mesmo de um consenso.

“Estamos atendendo rigorosamente o calendário eleitoral. Estão antecipando muito isso, as convenções são em agosto e a eleição apenas em outubro. Agora que finalizamos o período de formatação dos partidos formatação dos partidos em uma legislação diferente. Nunca se disputou uma eleição proporcional dentro desse novo formato, então temos que atender o calendário eleitoral e nós estamos atendendo rigorosamente, conseguimos montar uma grande nominata e agora vamos conversar com todos estes que estão no partido para poder construir o caminho que o Solidariedade vai seguir daqui por diante, tanto para o Governo do Estado, quanto para o Senado. Se não conseguirmos a unanimidade, vamos obviamente buscar a maioria do grupo e respeitar todos as decisões tomadas por cada pré-candidato que foi esse o compromisso firmado”, destacou.

Questionado se já haveria alguma tendência em prol de alguma chapa, Eduardo disse que, pessoalmente pertence a base do governador João Azevêdo (PSB) e irá trabalhar para convencer os demais filiados a aderirem ao projeto de reeleição. Já no tocante ao Senado Federal ele ressaltou sua proximidade e amizade com o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), a quem também pretende apoiar para o Senado Federal.

“Para o Senado temos hoje uma tendência muito forte para o meu senador Aguinaldo, tenho ligação pessoal e de amizade com ele, foi um deputado que ajudou muito os nossos municípios, e eu sempre colocava de forma muito clara que tínhamos esse posicionamento de apoio a Aguinaldo, entao quem veio para o Solidariedade sabia dessa ligação, e eu falo por mim, poor isso vamos buscar a sintonia em torno do nome dele. Já para o governo da Paraíba temos uma divisão muito grande, são varias candidaturas, muita delas em fase de formatação. Vale lembrar que há pouco tempo estava Veneziano indicando Efraim na chapa de João e hoje Veneziano é candidato em uma chapa e Efraim em outra, ou seja, tudo muda, é por isso que digo que está acontecendo ate agora é prematuro. Agora é o momento de dialogar e ouvir as propostas e as ideias, é isso que precisamos ter como fator principal neste momento, mas eu sempre deixo claro que hoje faço parte da base aliada e é natural que minha parte ter preferência de votos para João Azevêdo, mas não posso falar apenas por mim, tenho que ouvir e respeitar a decisão de cada um dos filiados”, explicou.

As declarações de Eduardo Carneiro repercutiram no Sistema Arapuan de Comunicação.

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe