Novo secretário-executivo de Articulação Governamental do Estado, o ex-deputado federal Edme Tavares abriu caminho para o PTB participar do governo José Maranhão (PMDB), instalado no último dia 17 de fevereiro, depois da cassação do governador Cássio Cunha Lima (PSDB).

A nomeação de Edme pode representar uma divisão no Partido Trabalhista Brasileiro, segundo avaliam integrantes da direção da legenda. Edme Tavares substitui no cargo o também ex-deputado federal Phillemon Rodrigues (PTB).

Edme irá funcionar como uma espécie de secretário-adjunto do ex-deputado Vital do Rego, pai do prefeito de Campina Grande, Veneziano do Rego (PMDB), e do deputado federal Vital do Rego Filho (PMDB).

A nomeação do cajazeirense Edme Tavares, ex-chefe de gabinete do então presidente Fernando Henrique Cardoso, na época em que era filiado ao ex-PFL, hoje Democratas; foi publicada na edição do começo desta semana do Diário Oficial do Estado.

Edme é irmão do ex-vice-prefeito de João Pessoa, Reginaldo Tavares, secretário-geral do PTB, partido que na Paraíba tem como presidente o deputado federal Armando Abílio, aliado político do prefeito Ricardo Coutinho (PSB).

Edme Tavares é também tio do secretário-adjunto de Turismo de João Pessoa, Diego Tavares, filho de Reginaldo Tavares.

PB Agora
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Eduardo cobra resposta sobre Plano de Retomada de Negócios e sugestões emergências

O deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar de Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Eduardo Carneiro (PRTB), cobrou uma resposta do Governo do Estado sobre…

“PB tem uma das menores taxas de transmissibilidade”, diz líder ao defender prorrogação do isolamento

Em entrevista a imprensa o líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba ALPB, deputado Ricardo Barbosa (PSB), fez uma avaliação sobre as medidas adotadas pelo governador João Azevêdo (Cidadania)…