Uma edição extra do Diário Oficial do Estado, distribuído na noite desta quarta-feira (18), trouxe dezenas de atos administrativos assinados Arthur Cunha Lima (PSDB), que assumiu nesta quarta a interinidade do governo do Estado, efetivando a exoneração todos os secretários, superintendentes e diretores de órgãos indicados no governo Cássio Cunha Lima (PSDB), afastado do cargo por decisão do Tribunal Superior Eleitoral.

À tarde, a gráfica onde são rodados o Diário Oficial do Estado e o Jornal da União foi visitada por aliados do governador José Maranhão (PMDB) , tentando impedir a impressão da edição desta quinta. Eles exigiam a retirada das portarias de Arthur Cunha Lima. Então o ainda diretor do Jornal A União, Ronaldo Guerra, disse que não havia razão para parar impressão alguma vez que, naquele instante, o governador era Arthur. 
 

Houve bate-boca, mas a impressão da versão original foi garantida.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Estou passando por mentiroso”, diz Léo após não cumprimento das emendas impositivas

Vice-presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) o vereador Léo Bezerra (PSB), contestou ontem (21) em discurso as declarações do prefeito da capital Luciano Cartaxo (PV) de que estaria…

Análise – Rompidos, ou não, a verdade é: quem tem cargos no governo está sendo chamado ao palácio para declarar se fica com João ou RC

Se o rompimento político entre João Azevedo e Ricardo Coutinho será contornado, ou não, aí é com Mãe Diná… No mais, a verdade é que – há uma semana –…