“A humildade dele é tão grande que não consegue incorporar o cargo de presidente do Brasil”. A declaração é do deputado estadual Walber Virgulino (Patriotas) ao minimizar a maneira adotada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para se referir aos nordestinos.

Em recente declaração, Bolsonaro tratou de maneira pejorativa os governantes da região, tachando-os de ‘Paraíba’ e ainda alertou que fosse vetado parcerias com a gestão maranhense, tratada por ele como a pior.

Segundo Virgolino, a declaração de Bolsonaro foi apenas infeliz em que acabaram fazendo uma tempestade por pouca coisa.

“Foi uma declaração infeliz, mas fizeram tempestade em copo d’água. Bolsonaro poderia ter usado outra palavra, que se coadunasse com o cargo de presidente. A humildade dele é tão grande que não consegue incorporar o cargo de presidente do Brasil”, justificou.

Para o paraibano, basta, a partir de agora, Bolsonaro incorporar-se ao cargo que exerce, mesmo sendo velho na política

“Ele tem que saber que está exercendo o posto mais importante do Brasil. Eu que sei é difícil para quem já é velho mudar a postura, mas tudo que ele diz representa o Brasil. Ele foi infeliz, mas estão fazendo tempestade. Ele queria na verdade atacar os dois governadores que vivem criticando ele, mas não pode rechaçar os estados, que são pobres e precisam do governo. O que ele disse foi da boca pra fora e acho que ele não pretende retaliar os estados, mas os governadores não estão sendo leais com ele e não estão sendo republicanos, estão defendendo ideologia”, argumentou. As declarações do parlamentar repercutiram na coluna do jornalista Heron Cid.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Manoel Jr desiste da disputa pela PMJP e mira Pedras de Fogo

O vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior, atual presidente do Solidariedade na Paraíba, declinou da disputa pela prefeitura da Capital, nas eleições desse ano para voltar todos os seus esforços…

Romero afirma que discussões políticas perderam força

A pandemia do novo coronavírus, enterrou temporariamente as discussões políticas. Pelo menos é o que pensa o prefeito Romero Rodrigues (PSD). em entrevista concedida à rádio Caturité FM, Romero foi…