No início do seu depoimento nesta terça-feira (09) durante audiência no âmbito da Operação Xeque-Mate, o ex-prefeito da cidade de Cabedelo, Leto Viana declarou estar disposto a responder a todos os questionamentos feitos pelo juiz Henrique Jácome.

Leto disse ainda que não iria colaborar apenas para se defender e sim para que sua contribuição servisse para que ele pudesse voltar para a sociedade e para a sua família.

Usando colete à prova de balas e ponderando as palavras, tendo usado inclusive referências bíblicas, Leto confessou que cometeu erros e que o período da sua prisão o fez ser uma nova pessoa.

“Não estou aqui para me defender, mas para ser um parceiro do MP e da Justiça e voltar para família e sociedade. Sei que cometi erros, mas tudo que vivi aprendi a ser uma nova criatura”, declarou.

Ainda hoje devem ser ouvidos Jaqueline Monteiro França, Adeildo Bezerra Duarte, Lúcio José do Nascimento Araújo, Leila Maria Viana do Amaral, Tércio de Figueiredo Dornelas e Antônio Bezerra do Vale Filho.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Audiência Pública na CMCG propõe medidas para salvaguardar o Patrimônio Histórico de Campina

A Câmara Municipal de Campina Grande realizou, nesta quarta-feira 16/10, Audiência Pública acerca do Patrimônio Histórico de Campina Grande. O autor da propositura foi o vereador Olimpio Oliveira, que debateu…

Cientista político paraibano elenca motivos da baixa quantidade de mulheres eleitas na política

As regras da Justiça Eleitoral que buscam resguardar cotas mínimas de candidaturas femininas e de recursos financeiros a elas ainda não são garantia de que mais mulheres serão, efetivamente, eleitas…