Por pbagora.com.br

Dom Aldo dispara contra baixaria na política e critica oportunismo: “Não há mais espaço, isso é um murro na cara!”

Faltando poucas horas para o início do horário eleitoral gratuito no rádio e na TV, o arcebispo da Paraíba Dom Aldo Pagotto mostrou-se apreensivo quanto ao nível dos programas que serão exibidos a partir desta terça-feira (17).

Dom Aldo disse que é importante ao eleitor o discernimento na hora do voto e que as baixarias não levam a nada:

"As baixarias, as provocações tornam o clima de cabo de guerra no poder, onde se tem a imagem denegrida e distorcida, uma verdadeira briga de galo e rinha", desabafou.

Para o líder religioso as baixarias se constituem no que pior existe na política: "São deboche e esculhambações que deturpam a missão dos políticos que já estão tão desacreditados", explicou.

Segundo o arcebispo, a população pode dar uma resposta aos políticos que fazem uso da baixaria: " Podem mandar e-mail, dar a cara para bater, não há mais espaço, chega!"

Por fim, ele também disse que determinados candidatos utilizam nomes populares para tentar atrair a atenção dos eleitores, na opinião dele a atitude se constitui num desserviço para a sociedade: "É um murro na cara, eles precisam ser eliminados, o povo precisa ter inteligência", concluiu.

 

Cartilha

Arcebispo Metropolitano da Paraíba, Dom Aldo di Cillo Pagotto, lança ainda nesta terça-feira, às 9h30, a Cartilha com orientações da Arquidiocese da Paraíba para a Participação do Povo de Deus nas Eleições e na Construção da Cidade e da Cidadania.

O lançamento será na Cúria Metropolitana/Palácio do Bispo, na Praça Dom Adauto, no Centro de João Pessoa, e neste primeiro momento é exclusivo para os profissionais da imprensa paraibana

 

Henrique Lima

PB Agora
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Filho de Bolsonaro posta foto com arma de fogo no Planalto

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) postou nas redes sociais nesta quinta-feira (03/11), uma foto ao lado do pai, o presidente Jair Bolsonaro e dos outros três irmãos no gabinete presidencial…

Paraíba tem quatro prefeitos que podem não tomar posse; no país são 96 no total

Apesar das eleições municipais terem chegado ao fim, na Paraíba ainda pode haver uma reviravolta e quatro municípios estão na corda bamba quanto a posse, ou não, dos gestores que…