Falta de deputados eleitos pelo PSB deixa gestão de Agra refém de outras legendas; dois deputados já despontam com força para influenciar sucessão

Findado o embate eleitoral no Estado, dois deputados federais eleitos conseguiram se credenciar entre os que terão forte poder, a partir de 2011, junto à administração municipal de João Pessoa. Os caminhos seguidos por cada a partir de agora poderão ser cruciais para a definição dos nomes que disputarão a cadeira do Paço Municipal em 2012.

Eleito com mais de 90 mil votos, desses grande maioria vindos da Capital paraibana, o padre Luiz Couto, é um dos mais cotados para suceder Luciano Agra na Prefeitura de João Pessoa. Tal conjuntura é reforçada pelo estreito laço de amizade que mantém com o governador eleito Ricardo Coutinho (PSB).

Mesmo politicamente óbvio que o candidato preferencial é o próprio Agra, caso sua candidatura não decole (por motivos qualquer), a postulação do padre Couto deverá conta até com o referendo de Luciano, tendo em vista que, por carência de deputados petista deverá ser peça essencial para a execução de obras vultosas na cidade. Qual o trunfo? Emenda parlamentar é a resposta.

Nessa mesma deixa, outro que vem ganhando força junto à administração municipal é o presidente do PDT Damião Feliciano. Prova disso é que o deputado reeleito já conseguiu emplacar o assessor Marconi Maia como secretário de Ciência e Tecnologia da Capital.

 

Luis Alberto Guedes

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João exonera mulher de conselheiro citada em delação de Livânia

O Diário Oficial da Paraíba trouxe nesta sexta-feira, 17, a determinação do governador João Azevêdo sobre a exoneração da servidora Georgiana Maria Pinheiro Cruz, esposa do presidente do Tribunal de…

Presidente do PT/PB não vê novidade em citação nazista por secretário de Bolsonaro

Repercutindo a maior polêmica do dia, que culminou com a demissão do secretário especial de Cultura do governo Bolsonaro, Roberto Alvim, o presidente do PT da Paraíba, Jackson Macêdo declarou…