Por pbagora.com.br

O Coordenador do Departamento Nacional de Obras contra a Seca na Paraíba – DNOCS-PB, Alberto Batista, avaliou como positiva as ações desenvolvidas pelo órgão no ano de 2016, ano em que o Departamento ganhou força por decisão do governo Michel Temer, que devolveu ao DNOCS a responsabilidade de gerir as obras de combate aos efeitos de estiagem.

Segundo Alberto, o ano de 2016 serviu para reestruturar o órgão, planejar e destravar muitas ações. “Já para o ano de 2017, a expectativa é de efetivar as ações que foram planejadas durante este ano e com certeza vamos conseguir amenizar os efeitos da estiagem que assola todo o Nordeste”, destacou Alberto.

Alberto destacou ações como as obras emergenciais para desobstrução e limpeza dos trechos críticos dos leitos dos rios Aguiar, Piancó e Piranhas à jusante dos açudes Coremas e Mãe D’Água, para facilitar o escoamento da água reduzindo perdas e consequentemente assegurar eficiência na disponibilização dessa água ao abastecimento da população e dessedentação animal.

Segundo Alberto, as diversas audiências que manteve com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, assim como com toda a bancada da Paraíba, foi de suma importância para destravar projetos e garantir recursos para obras que já foram iniciadas em 2016 e que serão no próximo ano.

Outra ação de destaque no ano de 2016, é urgente de recuperação e modernização dos principais reservatórios da Paraíba: Barragem São Gonçalo, Epitácio Pessoa (Boqueirão), Coremas/Mãe D’água e Porções. A solicitação do DNOCS/PB foi atendida pela gerência nacional do órgão e já lançado edital de concorrência pública totalizando investimento na ordem de R$80 milhões.

Um novo ramal da Transposição também foi uma pauta defendida pelo DNOCS, com apoio do senador José Maranhão (PMDB), além da Barragem de Camalaú, de adutoras de engate rápido com a de Piancó e ainda a garantia de receber mais duas perfuratrizes.

“Recebemos o apoio de toda bancada paraibana, mas sem dúvidas, o empenho do senador José Maranhão foi fundamental para as ações do DNOCS no ano de 2016 e o senador já se colocou a disposição para seguir ajudando o órgão, assim como toda Paraíba no ano que vem”.

 



Redação com Assessoria

Notícias relacionadas

Bruno defende volta de Cássio à cena política em 2022: “Tem importância e grandeza suficiente para participar do processo”

Bruno Cunha Lima (PSD), prefeito de Campina Grande, defendeu, durante entrevista nesta quinta-feira (13), que o ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) seja candidato nas eleições do ano seguinte. Ele cogita,…

Progressistas vira ‘noiva cobiçada’ da situação e da oposição para as eleições de 2022

O partido Progressistas, da senadora Daniella Ribeiro e do deputado federal Aguinaldo Ribeiro, respectivamente, pode ser o fiel da balança nas eleições do ano que vem. A legenda tem vínculos…