Por pbagora.com.br

As obras da BR 434 – que liga importantes cidades da Paraíba ao Ceará – serão retomadas no mês de março deste ano. A confirmação é o deputado federal Wilson Filho (PTB) após uma reunião com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e prefeitos paraibanos, nessa quinta-feira (20), em Brasília.

Durante a reunião que contou com prefeitos das cidades de Uiraúna, Poço Dantas, Joca Claudino e Bernadino Batista, foram expostos os problemas provocados na economia local pela paralisação das obras dos 14 km finais.

No encontro, o deputado federal entregou um abaixo-assinado feito pela população cobrando a conclusão da rodovia federal. “Essa é uma reivindicação antiga e não é só minha, mas de toda a população por onde as obras passam. Um impasse entre o DNIT e o IPHAN paralisou as obras durante um longo tempo, mas conseguimos destravar a burocracia e quem ganha com isso é o povo”, comemorou Wilson Filho, que foi o responsável pelo encontro entre os órgãos federais.

Emendas federais destinadas para a construção da BR434 chegam a quase R$ 30 milhões. “A obra torna gira em torno de R$ 30 mi. Desses, eu conseguiu quase R$ 10 milhões e o restante foram emendas do ex-senador Wilson Santiago”.

A interrupção dos serviços já provocou diversos protestos. Moradores de Uiraúna, Poço Dantas, Joca Claudino e Bernadino Batista, interromperam diversas vezes o trânsito queimando pneus e depositando galhos de árvores. Os trabalhos de conclusão da BR-434 foram paralisados há um ano após o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) embargar judicialmente em 2012, com a justificativa de que em determinada área por onde passaria a obra havia a possibilidade da existência de um parque arqueológico com resíduos de ossos de dinossauros.

Segundo o deputado federal Wilson Filho, “a BR-434 é um sonho de mais de 50 anos que começou a virar realidade quando o ex-senador Wilson Santiago transformou a estrada estadual, já que nenhum governador acreditou na viabilidade dela, em estrada federal e encaminhou R$ 20 milhões do total de R$ 26 milhões para a sua construção”.


Redação com Assessoria

Notícias relacionadas

PSOL critica pressa de Hugo Motta para privatizar Empresa de Correios

O ex-presidente estadual do PSOL, Fabiano Galdino, criticou hoje a iniciativa do deputado federal Hugo Mota (Republicanos/PB) de pedir urgência para a apreciação de PL 591/2021 que propõe a privatização…

Gestão Luciene de Fofinho comprou 12 mil testes para covid pelo triplo do preço

A gestão da prefeita de Bayeux Luciene de Fofinho (PDT) está mais uma vez no radar do Ministério Público da Paraíba (MPPB). Desta vez, o órgão ministerial investiga a suspeita…