A Paraíba o tempo todo  |

Dissidência: Iraê será ‘enquadrada’ ainda este mês

Após derrota, Iraê Lucena agora vai enfrentar Conselho de Ética do partido por prática de dissidência; parlamentar será ‘enquadrada’ ainda este mês

O presidente estadual do PMDB, Antônio Souza, disse em entrevista ao Portal PB Agora que o Conselho de Ética do partido deve acionar este mês a deputada estadual, Iraê Lucena. Ela pode ser expulsa do PMDB por ter descumprido o que determina o estatuto.

“Todos que traíram o candidato do PMDB serão acionados pelo Conselho de Ética. O estatuto e o código de ética do partido deixam claro que nenhum filiado pode apoiar outro partido quando existe candidatura própria. Ela tinha o dever de apoiar o candidato de seu partido”.

Antônio explicou que a deputada poderá escapar do Conselho de Ética se pedir expulsão do partido antes de ser convocada para esclarecimentos. Se permanecer e for julgada corre também o mesmo risco. “Será aberto processo dando amplo direito de defesa a Iraê Lucena. Se ela não for convincente serão tomadas as medidas cabíveis, entre elas pode ocorrer a expulsão”.

O presidente estadual do PMDB ressaltou que o conselho de ética é soberano e vai apurar todos os fatos. Depois de analisar tudo será emitido um parecer a respeito do caso. Ele falou ainada que a executiva do partido fará uma reunião dentro de alguns dias para encaminhar a denúncia ao conselho.
 

Gledjane Maciel

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe