Diante dos novos fatos ocorridos na manhã desta terça-feira, 17, no âmbito da Operação Calvário que culminou com o pedido de prisão preventiva do ex-governador Ricardo Coutinho, do PSB e de pessoas ligadas a ele, entre elas a deputada Estela Bezerra e a prefeita de Conde, Márcia Lucena, o diretório Nacional do PSB, preferiu não comentar o assunto.

O presidente Carlos Siqueira limitou-se a dizer que está se “informando” sobre os fatos.

Atualmente Ricardo Coutinho ocupa o cargo de presidente da Fundação João Mangabeira, do PSB.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do PT-CG diz que partido já tem 30 pré candidatos a Câmara

Sem representantes na atual bancada da Câmara Municipal de Campina Grande, o Partido dos Trabalhadores pretende mudar o cenário na próxima legislatura. Para isso, atraiu para os seus quatros nomes…

Pós-janela partidária, sete partidos ficaram sem representação na CMJP

Com o fim da janela partidária, a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) registrou a ‘mudança de endereço’ e sete partidos que antes tinham de médias a grandes representações, basicamente…