Por pbagora.com.br

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, pagou ontem a primeira das oito multas aplicadas pela Justiça Eleitoral por propaganda eleitoral antecipada. Dilma desembolsou R$ 6.000 e deve ser ressarcida pelo partido.

Essa multa foi determinada em agosto a pedido do Ministério Público Eleitoral. A representação apontava que ocorreu irregularidade na propaganda partidária do PT do Rio Grande do Sul, que veiculou entre os dias 26 e 31 de maio.

Na propaganda, Dilma aparecia falando que é "hora de acelerar e seguir em frente". A candidata ainda prometia "fortalecer a educação, a saúde e a segurança, melhorar o emprego e o salário". A campanha começou oficialmente no dia 6 de julho.

Ao todo, Dilma foi alvo de oito multas que totalizam R$ 38 mil. Além dessa penalidade já quitada, a petista tem outra multa de R$ 5.000, que também não cabe mais recurso e vence na próxima semana.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem oito multas que somam R$ 47.500, e o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, sete, no valor de R$ 35.000.

Eles ainda não fizeram nenhum pagamento porque as decisões ainda podem ser revistas pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Folha Online

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ruy: “Imunizar a população deve ser a prioridade para garantir retomada econômica”

O deputado federal Ruy Carneiro participou da sessão deliberativa que aprovou, nesta quarta-feira (2), a MP 994/20, que destina R$ 1,99 bilhão para o Ministério da Saúde, para a compra…

Opinião: brio abalado da oposição impõe alerta à aliança vitoriosa formada entre João, os Ribeiro e Cícero

Um novo tempo chegou. Os governos estadual e da Capital são outros. Restou às velhas oposições na Paraíba lideradas de um lado pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e do outro…