Por pbagora.com.br

Em reunião com a bancada do PT na Câmara, na noite de terça-feira, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, cobrou mais empenho e agilidade de seu partido para montar palanques nos Estados destinados à campanha de 2010. Diante de uma plateia de petistas, a pré-candidata do PT à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva reclamou do relacionamento do partido com a base aliada – considerado aquém do desejado, principalmente com o PMDB – e pediu aos companheiros que arregacem as mangas se quiserem vencer a eleição ao Planalto.

 

Dilma também declarou apoio ao chefe de gabinete de Lula, Gilberto Carvalho. ?Ele é o meu candidato à presidência do PT?, afirmou a ministra, sob aplausos. A eleição que vai renovar a cúpula petista ocorrerá em novembro, mas Lula não quer liberar Carvalho para a tarefa.

 

estadao.com.br

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian Lemos crítica Bolsonaro: “O homem que está no poder, não é o que elegemos”

O deputado federal Julian Lemos, do PSL, usou seu perfil numa rede social para para fazer um desabafo a respeito do presidente da República, Jair Bolsonaro. Na postagem, Julian critica…

Manoel Jr assegura a reitor doação de terreno para construção do IFPB em Pedras de Fogo

O prefeito de Pedras de Fogo, Manoel Junior, se reuniu, nessa sexta-feira (15), com o reitor do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Nicácio Lopes, para debater os avanços e as…