Em comunicado à imprensa campinense, o empresário Artur Bolinha, que também é ex-candidato á prefeitura da cidade, e foi derrotado nas eleições de 2016, confirmou que vem mantendo diálogos com o deputado federal e presidente estadual do PSL Julian Lemos e que entende que o PSL de Campina pode proporcionar ao município o fim de uma gangorra política que existe há anos na Rainha da Borborema.

Bolinha marcou para essa quarta-feira (07), uma coletiva de imprensa 09h no Hotel Serrano, em Campina onde anunciará sua posição de disputar ou não o Palácio do Bispo, nas eleições municipais de 2020, como também a mudança de partido.

“Anunciarei minha posição se disputarei ou não as eleições no próximo ano anunciarei minha posição se disputarei ou não as eleições no próximo ano”, diz Bolinha no convite para coletiva.

Bolinha também disputou, em 2018, sem sucesso uma das 36 vagas para a ALPB.

“Eu acho importante o PSL ter candidatura própria para que possa dar uma alternativa a Campina Grande, como Bolsonaro deu ao Brasil, a oportunidade de votar contra essa gangorra política entre PT e PSDB. O PSL fará a mesma coisa se tiver candidatura própria em Campina Grande. A esses grupos todas as oportunidades foram dadas e não corresponderam aos anseios da população”, disse Bolinha, destacando que apoia a decisão de Julian do partido ter candidatura própria na cidade.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Ainda não posso dizer com quais partidos estamos conversando”, diz Raoni

‘O segredo é a alma do negócio’, essa expressão pode ser muito bem utilizada no tocante à área politica, principalmente em tempos de eleições. Nesta semana, o pré-candidato a prefeito…

Ciclo do PSDB na gestão Cartaxo chega ao fim

Com a proximidade da data de desincompatibilização (4 de junho) da gestão pública daqueles que pretendem disputar cargos eletivos no pleito municipal desse ano, aliados do prefeito de João Pessoa,…